terça-feira, 1 de setembro de 2009

Os pequenos notaveis






TITYUS SERRULATUS








Nome Científico: Tityus serrulatus
Nome Comum: Escorpiao Amarelo



Apresenta tronco marrom-escuro, pedipalpos e patas amareladas; a cauda amarelada apresenta uma serrilhada dorsal nos dois últimos segmentos e uma mancha no lado ventral da vesícula. Medem de 6 a 7 centímetros. Apresenta quatro pares de patas, como qualquer representante da classe aracnida. O corpo do escorpião é formado de um prossomo revestido por uma carapaça quitinosa e um abdômen longo que termina em um aparelho do ferrão. Há um par de olhos medianos elevados localizados no meio da carapaça. Há também de dois a cinco pares de pequenos olhos laterais localizados ao longo da margem lateral anterior da carapaça. As quelíceras são pequenas e com garras, projetando-se para a frente do corpo. Os pedipalpos são aumentados, formando um par de "pinças" para captura de suas presas. O abdômen do escorpião é dividido em duas porções primitivas: pré-abdômen e pós-abdômen. O pós-abdômen é muitas vezes reconhecido por cauda, onde encontra-se o aparelho do ferrão.



No Brasil é amplamente disseminado nos estados de Minas Gerais,Goiás, Bahia, Rio de Janeiro e no estado de São Paulo, havendo ocorrência também no Rio Grande do Sul.



TITYUS BAHIENSIS










Nome Cientifico: Tityus Bahiensis


Nome Comum: Escorpiao preto ou marrom




Também conhecido como escorpião marrom. Apresenta colorido geral marrom-escuro, as vezes marrom-avermelhado, patas castanho-amareladas com manchas escuras, fêmures e tíbias dos pedipalpos com mancha escura e cauda avermelhada. Mede em média 6cm de comprimento. A mão do macho é bem dilatada. De hábitos noturno e solitário, esconde-se durante o dia sob madeiras ou pedras, cupinzeiros e também frequenta casas, abriga-se atrás de vasos sanitários, roupas para lavar/passar, batentes de portas, tacos soltos, dentro de sapatos, sob pedras e entulhos, caixões em túmulos, terrenos abandonados e mal cuidados, etc. Sua picada causa dor muito intensa, sendo necessário aplicar anestésicos. Em crianças ou nos casos graves deve-se aplicar soro antiescorpiônico ou o soro antiaracnídico, que é polivalente. Alimenta-se de baratas, grilos, cupins, aranhas de porte médio, caça insetos e aracnídeos debaixo de pedras, troncos ou escombros. A reprodução é cruzada, havendo a necessidade do encontro de macho e fêmea em períodos determinados do ano. É vivíparo, os filhotes desenvolvem-se dentro da mãe e o nascimento efetua-se por meio de parto, sendo a gestação longa, de 2 a 3 meses. Uma ninhada pode ter até 20 filhotes os quais ficam nas costas da mãe até a primeira troca de pele. Os filhotes ficam adultos após 5 a 6 mudas de pele, com cerca de um ano de idade. Vivem em média 3 a 4 anos. Tem a capacidade de atender sua necessidade de água retirando umidade do ar respirado. É o escorpião que causa os acidentes mais freqüentes no Estado de São Paulo. Seu veneno age sobre o sistema nervoso periférico. Sua picada provoca dor local intensa, freqüentemente irradiada, com pontadas intermitentes, diminuição da temperatura do corpo, edema discreto, sudorese local e prostração. Em casos graves há alterações cardiovasculares e edema agudo de pulmão. O sinal da picada às vezes não se percebe, porém a dor forte e imediata que ela provoca faz com que a vítima possa ver o animal causador. É importante saber se a picada foi produzida por escorpião ou aranha, uma vez que os sintomas das picadas de escorpião são semelhantes aos das picadas de aranhas com veneno neurotóxico. Habita terras áridas e rochosas, exigindo locais úmidos para se abrigar, barrancos de estradas de acesso, cupinzeiros e sob moitas de capim, lugares úmidos sob pedras e troncos, mata atlântica e floresta de Araucária. Ocorre no Leste e Centro do Brasil, da Bahia ao norte da Argentina, Paraguai, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aracno Hobby Brasil é um blog destinado a divulgar e repassar o conhecimento adquirido, seja por pesquisa ou prática.
Não comercializamos animais. Obrigado pela visita.