quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Butantan descobre 17 novas espécies de aranha no Brasil

Os animais foram batizados em homenagem ao filme "O Predador". Uma das espécies recebeu o nome de 'Predatoroonops schwarzeneggeri', em alusão ao protagonista Arnold Schwarzenegger

O Instituto Butantan divulgou nesta quinta-feira (9) a identificação de 17 novas espécies de aranhas. A descoberta, coordenada pelo Laboratório Especial de Coleções Zoológicas do órgão paulista, foi resultado de seis anos de pesquisas na Mata Atlântica brasileira. Os animais, que medem entre 1,8 e 2,1 milímetros, têm cabeça diferente das outras aranhas e face cheia de protuberâncias.


As 17 novas espécies pertencem ao mesmo gênero, o Predatoroonops. O nome é uma homenagem aos 25 anos do filme “O Predador”, do diretor John McTiernan. As espécies possuem a morfologia frontal da carapaça semelhante à cabeça do monstro da ficção. A aranha da foto acima, por exemplo, foi chamada de Predatoroonops schwarzeneggeri, em alusão ao ator Arnold Schwarzenegger, protagonista do filme.
“Essa descoberta é fundamental para o aumento da diversidade da fauna local e mundial, além do estudo dos venenos e da biologia dos animais”, diz o biólogo Antonio Brescovit, que participou do estudo.
Com investimento de mais de US$ 3 milhões, o projeto visa agora descobrir todas as espécies da família Oonopidae ainda desconhecidas. O PBI Oonopidae - nome dado ao trabalho - já descreveu 1.016 aranhas desta família. Os pesquisadores acreditam que existem mais de 3.000 espécies pertencentes a Oonopidae espalhadas pela Mata Atlântica, além de em várias partes do mundo que possuem vegetação semelhante.


 Fonte: Epoca